domingo, 11 de outubro de 2015

Cristina Viana - Viana do Castelo

"Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu."

(Fernando Pessoa)
Estes presépios usam o que o mar nos dá, bonitas conchinhas e búzios. 


"Cada homem que ama revela-se ao outro como uma maravilha." 
(François Mauriac )


Este íman é feito em madeira e está lindo!


Sem comentários:

Enviar um comentário