domingo, 11 de outubro de 2015

Manuel Luís Carloto - Cadaval

"Conheço de cor as pedras da calçada, aquelas pedras que fito, dia após dia, cada vez que saio de casa, cada vez que vou à rua passear os meus pensamentos. Sei de cor o formato de cada uma delas, o sítio em que cada uma se alinha. Conheço-as quando a chuva as molha e as torna escorregadias, quando o sol as seca e contam histórias às pessoas que as pisam, dia após dia. Todas elas conhecem mil e uma histórias, umas felizes outras tristes e até trágicas... Reconheço-as quando as piso e faço sofrer, enquanto caminho embriagada pelos meus pensamentos..."
Presépio feito com pedras de calçada portuguesa.

Sem comentários:

Enviar um comentário