terça-feira, 4 de outubro de 2016

Sandra Duarte – Espinho

A família é o primeiro lugar onde cada um aprende a relacionar-se com o outro, a escutar, partilhar, suportar, respeitar, ajudar, conviver.”
(Papa Francisco)


Algumas curiosidades sobre o vidro:

Os povos que disputam a primazia da invenção do vidro são os egípcios e os fenícios.
"Os fenícios contam que ao voltarem à pátria, do Egipto, pararam às margens do Rio Belus, e pousaram sacos que traziam às costas, que estavam cheios de natrão (carbonato de sódio natural, que eles usavam para tingir lã). Acenderam o fogo com lenha, e empregaram os pedaços mais grossos de natrão para neles apoiar os vasos onde deviam cozer animais caçados. Comeram e deitaram-se, adormeceram e deixaram o fogo aceso. Quando acordaram, em lugar das pedras de natrão encontraram blocos brilhantes e transparentes, que pareciam enormes pedras preciosas. O vidro estava descoberto."
Esta é uma das versões, um tanto lendária!

 Outras notícias relatam que os egípcios começaram a soprar o vidro em 1.400 A. C., dedicando-se, acima de tudo, a produção de pequenos objectos artísticos e decorativos que muitas vezes eram confundidos com belas pedras preciosas.

Em Portugal, a indústria vidreira estabelece-se, na Marinha Grande, apenas no século XVIII!

Este íman está muito original porque o presépio está à janela a saudar o Mundo. A autora é muito amorosa e chama-se Sandra Duarte.
Deixo-vos a foto para apreciarem e confirmarem a sua beleza:


  

Sem comentários:

Enviar um comentário