domingo, 2 de abril de 2017

José Siphioni – Mira de Aire

"O que deixamos para trás não é o que é gravado em monumentos de pedra, mas o que é tecido nas vidas dos outros."
(Voz de Mira De Aire)


Mira de Aire estende-se preguiçosamente na última vertente do Planalto de S. Mamede e tem a nascente, a serra que lhe deu o nome – Serra D’ Aire. Foi desmembrada de Minde e tornou-se freguesia em 1709!
É conhecido pelas famosas grutas, inauguradas em 1974, e com milhões de visitantes, durante o percurso descesse cerca de 150 metros em profundidade!  É possível apreciarmos afiadas estalactites e hirtas estalagmites que nos acompanham numa viagem pelo centro da Terra, onde as esculturas da Natureza na rocha calcária e húmida circundam!

 José Siphioni traz para o seu trabalho as influências da região! Este presépio encantou-me pela bonita ovelha lãzuda.




Sem comentários:

Enviar um comentário